domingo, janeiro 02, 2011

Saudade

Sou saudosista sim, mas não, este post se trata disso. É de saudade de alguém que já partiu e a ferida já um tanto cicatrizada ainda doi.
A gente acredita que as coisas, as pessoas serão eternas, que sempre estarão ali, mesmo tendo consciência da morte e essa maldita ideia nos faz perder oportunidades de aproveitar a presença, a companhia de alegrar um dia que não foi fácil, trocar experiências, de perguntar como foi o dia, de fazer coisas boas juntas, enfim, viver enquanto se pode ter. De viver, não só de existir.
Quando nos damos conta de que deveria estar e já não está mais, que se foi, o mundo desaba sobre a cabeça. Não há como voltar e refazer diferente, é tarde demais.
Valorize enquanto tem.
Continou amando pra sempre aquela que meu deu um amor incondicional, aquela em quem eu depositava toda minha confiança. Pra sempre no meu coração.
Ainda bem que pertence à nossa língua, porque não há palavra semelhante pra expressar a falta que alguém nos faz.

12 comentários:

Nise disse...

Te convido a participar do Amigo da carta. Saiba mais no meu blog www.niselokakablogspot.com

Luma Rosa disse...

Poxa!! Sei bem o que é isso!!
Saudade é coisa boa. Ninguém sente saudade de coisa ruim!! Fica bem!! Beijus,

Jens disse...

Oi Ruby.
Fecho com a Luma. Saudade dói (manhê!) mas também é uma coisa boa - ninguém tem saudade de coisa ruim. Quando eu me for, daqui a uns 50 anos (105 é uma boa idade para partir, né?) espero deixar muitas saudades. Será a comprovação de que valeu a vida vivida.
A merda é o arrependimento: não manifestar carinho, afeto, amor enquanto é tempo. Esta falha não devemos nos permitir.
Um beijo bom pra você.

Julis disse...

Sei como é isso, eu sinto muita saudade de lugares tbm, Feliz 2011, Ruby

Karen Kremes (Karkr Napon) disse...

Olá, Ruby!
Muito obrigado pelo comentário, AMEI ;D

Post um tanto... melancólico. Não é fácil perder uma pessoa que se ama, porém, devemos confiar em Deus e saber que estas pessoas estão num sono temporário até a volta de Jesus (que está pra lá de próxima por sinal...), então, viveremos pra sempre com o Senhor Jesus na Nova Jerusalém. Um novo mundo onde não haverá morte, choro e dor.

Um abraço e uma benção!
Kaz

Dani disse...

SAUDADE É BOM
AS VEZES MEIO DEPRÊ
MAS GERALMENTE COM GOSTO DE QUERIA MAIS...
BEIJOS RUBY

Luna Sanchez disse...

É a única certeza que temos, e é com o que não consigo me conformar...que triste isso, né, moça?

=\

Deixo um beijo bem grande de feliz ano novo!

ℓυηα

Denise disse...

É, sei bem como é que é. Perdi duas pessoas importantíssimas na minha vida em dois anos seguidos, em 2006 uma grande amiga, e em 2007 meu pai. Aos poucos a gente vai aprendendo a conviver com a ausência, mas tem hora que a saudade bate forte, ô se bate..

luluonthesky disse...

Sei muito bem como é isso, saudades eternas do meu pai.
Big Beijos

Rebeca Amaral disse...

Eu que o diga! Tenho saudades de tantas pessoas... Mas o truque é se apegar as lembranças, né. Dói menos, eu acho.
Um beijo.

Amanda Arrais disse...

Amei a foto com a discrição. Saudade realmente não tem tradução e espero que a tua cicatriz um dia nem mais lateje.

Feliz ano novo!

=*

Francilene Suri disse...

Tem razão ainda bem que essa palavra é bem nossa, bem brasileira!!!!

Sei como é =/

É vida, quem nunca sentiu saudades?
haha

Beijos e feliz ano novo flor!