quarta-feira, maio 17, 2006

VIDA




A vida muitas vezes parece tão pouca, meu Deus!
E existe em mim uma vontade enorme de fazer as coisas darem certo.
Simplesmente quero esquecer e procurar ser feliz da maneira mais doce possível.
Assoprar os dias. Tentar não cobrar mais o que não pode ser.
Não ficar tentando diferenciar o que é certo ou errado.
E pensando assim acordei feliz.
Porque a felicidade é um sentimento simples e leve como pluma.
E quanto ao amor? O amor é uma benção.
Ele está aqui pulsando, com suas letras em maiúsculo.
Jogado aos meus pés. Completamente exagerado.
Esperando você voltar e me surpreender novamente, me fazer perder a noção de espaço e tempo. Porque **"O tempo não pára! Só a saudade é que faz as coisas pararem no tempo...".
[Mario Quintana]

Faço minhas as suas palavras, Quintana.


Darlene Zschech - Call upon his name

Nenhum comentário: