segunda-feira, junho 27, 2005

BOM DIA!

Quais são as suas expectativas para este novo dia?
Você está com aquela sensação de que será mais um dia aborrecido e difícil?
Ou não, pra você será um dia extremamente legal, porque você tem em suas mãos o poder de tranformá-lo num dia assim. Seria bom demais se acordássemos e a primeira coisa que planejássemos fosse 'fazer o nosso dia'. Às vezes é uma tarefa simples. O dia já parece te sorrir e dizer, 'bem-vindo', hoje vai ser um dia e tanto. Outras vezes, o sol que nasce, vem em forma de vento, e contrário. Nada dá certo! Nada funciona. Não saímos do lugar. O que fazer quando tudo conspira contra nós? Quando todo esforço não dá em nada? Quando os céus estão blindados, Deus parece calar-se, o nosso barco é açoitado pelas ondas da vida. Ando nessa fase, segunda opção, mas creio que depois da
tempestade, vem a bonança. Espero que a tempestade cesse e eu volte a deslizar por águas calmas.
Tente transformar o seu dia num bom dia.

Image hosted by Photobucket.com

sexta-feira, junho 24, 2005

JÁ?

Passa o tempo, tique-taque, passa o tempo... Trabalhando muito e sem tempo de cuidar do blog. Final de semestre, graças a Deus. Melhor um pouco sobre o post passado, são momentos que felizmente o próprio tempo se encarrega de aliviar. Obrigada a todos que me deram força, é preciso ter muita força de vontade, mas é imprescindível contar com o apoio dos amigos.




"Amanhã terei tempo de chorar, hoje tenho que trabalhar."
Scarlet O'hara, ...E o vento levou.

UPDATE: EXTRA! EXTRA! O TRIPOD VOLTOU!!

segunda-feira, junho 20, 2005

Lutando contra um gigante

É frustrante quando você conta com uma vitória sobre algo que te maltratou, quando uma porta que estava trancada e jogada a chave fora, é escancarada. Anos roubados de uma vida que poderia ter sido preenchido com coisas boas, pra ficar na memória, uma fase boa da vida, enfim, mas esses momentos são substituídos por algo doloroso, até inexplicável, que te dá vontade de não viver mais e mesmo querendo se entregar, tem um lado que te impede de fazer isso e então você continua lutando. São, meses, anos e você se agarrando às esperanças de que tudo vai passar e você vai vencer.
Melhoras, sorrisos, alegria de viver e recuperar esse tempo roubado pela tristeza, dor, lágrimas, e pessimismo, de repente, você se levanta e se encontra fortalecida e diz: Maior é o que está em mim, do que o que está no mundo. As horas, dias, anos passam novamente e você diz, tive depressão, mas hoje posso declarar que estou curada.
De repente, numa noite, sem menos esperar, covardemente você sofre ataques, que até então julgava estar livre para sempre, se tornando refém de suas próprias emoções. O pesadelo recomeça, as lágrimas grossas, o desespero, o medo de passar por toda aquela agonia de novo te apavora de tal maneira que dá vontade de desistir e morrer. Morrer pra acabar com de vez com essa angústia cruel que quer matar até a alma.

Um dia, anseio pelo raiar do dia, e a luz do sol vem trazendo uma inexplicável vontade de viver,depois, outro dia, tudo igual, tanto faz...quero que passe logo e eu possa dizer de novo: VENCI.

Image hosted by Photobucket.com

terça-feira, junho 14, 2005

OS ESTATUTOS DO HOMEM
Eu sempre fico chatada quando leio por aí, direitos de quem quer que seja, tem tanta coisa bonita que a que se tem direito, mas nunca se vê cumprido, é só coisa de papel e frescura de quem tem pouca coisa pra se fazer, mas hoje, eu vou deixar uns direitos bonitos e fáceis de serem cumpridos, porque não depende de leis ou política dependo de nós. É de Thiago de Mello. Vê aí:

Fica decretado que agora vale a verdade,
que agora vale a vida,
e que de mãos dadas, trabalharemos todos pela vida verdadeira.

Fica decretado que todos os dias da semana,
inclusive as terças-feiras mais cinzentas,
têm direito a coverter-se em manhãs de domingo.

Image hosted by Photobucket.com
Fica decretado que, a partir deste instante,
haverá girassóis em todas as janelas,
que os girassóis terão direito
a abrir-se dentro da sombra;
e que as janelas devem permanecer, o dia inteiro,
abertas para o verde onde cresce a esperança.

Viu? Simples, né? E lindo, principalmente a parte que fala nos girassóis. Não é, Rah?

domingo, junho 12, 2005

AMOR, I LOVE YOU

Pessoal, este é o Felipe. Meu namorado.
Image hosted by TinyPic.com

Gostaram? Eu também, e muito, pena que é virtual. Que está sem, corre lá e escolhe, é só hoje essa abundâcia. É aqui namorado virtual

sexta-feira, junho 10, 2005

AGORA, NESTE MOMENTO

Sabe, aqueles posts simples e legal, que rende a maior imitação pelos blogs? Pois é, hoje tem um assim. Faz alguns dias que vi, sem mais delongas, vou mandando o meu aí:

Nos ouvidos: Kate Bush
Na cabeça: uma piranha rosa.
Nos pés: Sandálias havaianas rosa.
No corpo: Vestido amarelo com bolinhas pretas.
Na boca: Tic - tac
Nas mãos: só as unhas pintadas discretamente de esmalte Renda.
Na manga: sem manga.
Na pauta: Deus, dá-me coragem de fazer aquele tanto de serviço ali, em cima da mesa.
Na ponta da língua: Orra!!!
Na frente: Meu monitor SyncMaster Samsung e claro, o futuro.
No icq: Desligado.
No msn: Batendo papo com a Lulu
Na hora: Deveria largar isso aqui e um pouco e fazer outras coisas.
Na noite: Esperando a insônia dar um tempo.
No fundo, no fundo: Queria mesmo estar bem longe daqui, de preferência bem sossegado e, olha, não queria estar sozinha não.

ÊÊÊÊÊ!!!! A sexta-feira já está chegando de novo. Eu amo esse dia, principalmente já sendo final de tarde.

Voltando ao agora...vou fazer isso aí, ó!!!





terça-feira, junho 07, 2005

MEU DIA

(Senta, que lá vem postão, coisa estranha por aqui)

Quero postar hoje, um texto lindo de Charles Chaplin.
Image hosted by Photobucket.com

Hoje levantei pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia-noite. É minha função escolher que tipo de dia terei hoje.

São tantas coisas, e nem sempre tenho a opção de escolher fazê-las ou não, simplesmente tenho que fazer, o que não tornaria opcional meu tipo de dia .Algumas feitas com prazer, outras por pura obrigação.


Posso reclamar que está chovendo ou agradecer as águas por estarem levando a poluição.
Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado por administrar minhas finanças, evitando o desperdício.
Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo. Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado o que eu queria, ou posso ser grato por ter nascido.

Nunca reclamar da chuva, afinal, aqui é o que melhora o tempo sempre quente, do sol eu reclamo mesmo, não sei se dá no mesmo, só sei que o sol não precisa aparecer ou brilhar pra se ter um dia bom. Sempre me entristeço por não administrar bem (ou de jeito nenhum) minhas finanças, às vezes sinto que desperdiço-as e não deixo de me entristecer, sempre agradeço a Deus por mais um dia de vida, independente da saúde boa ou não, se bem que uma boa saúde traz uma vida mais agradável.


Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho.
Posso sentir tédio com o trabalho doméstico ou agradecer a Deus por ter um teto para morar

infelizmente essa me pegou. Reclamo e ao mesmo tempo me culpo por isso, quantos queriam trabalhar e não podem.


Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades.
Se as coisa não sairem como planejei, posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar. O dia está na minha frente, esperando para ser o que eu quiser. E aqui estou eu, o escultor que pode dar a forma. Tudo depende de mim.

Mas uma vez, eu discordo, nem sempre tudo depende de mim,o que depende, faço, há coisas que não se pode fazer só, as decepções são inevitáveis, mas acredito que é a partir delas que se adquire experiência e maturidade. Esculpir um belo dia é desejo de todo escultor da vida, mas às vezes, as mãos moldam sem querer uma forma diferente e a gente acaba deixando, porque deseja caminhar de outra forma, ou passar por outros lugares que os de costume, e se não der certo, a gente usa esses desvios pra aprender coisas novas. Tudo depende de mim. Será realmente? Tenho a impressão que as pessoas confundem os realistas com os pessimistas, muitas atitudes, podem ser realistas pra mim, mas pra muitos, pode ser pessimismo. Claro que muita coisa está ao meu alcance, de acontecer ou não, realizar ou não, mas outras, impossível.

segunda-feira, junho 06, 2005

DE NOVO OUTRA VEZ!!!!

Entre mortos e feridos, salvaram-se todos e dessa vez a heroína foi a Flávia Sereia. Foi o domingão quase todo ela arrumando tudo pra mim, e eu só esperando, na maior ansiedade, depois de algumas gafes minha (claro) tudo acabou dando certo, o chato é espalhar de novo os cometários avisando que mudou de novo. Agora é definitivo. Espero.
Amahã dou um update.

sábado, junho 04, 2005

TÉDIO
Tédio absoluto são as tardes de sábado e as de domingo também não ficam fora não.
Acrescentando à tediosa tarde de hoje ainda tem:
.Calor insuportável
.Preguiça de ir à locadora.
.Porcaria de programação da TV, nada presta.
.Visitas inesperadas e indesejáveis.
.E eu, que também tou um porre!!!

Vamos acrescentar mais tédio aí:

Quando ouvia a música tédio, costumava cantar e sorrir, hoje não sorrio mais, é realidade. Olha só uns trechos...

Sabe esses dias em que horas dizem nada...
O dia , a monotonia tomou conta de mim
É o tédio , cortando os meus programas, esperando o meu fim
Sentado no meu quarto
O tempo voa
Lá fora a vida passa
E eu aqui a toa
Eu já tentei de tudo
Mas não tenho remédio
Pra livrar-me deste tédio

Vejo um programa que não me satisfaz...

Se tudo piorar, não sei do que sou capaz
Tédio, não tenho um programa
Tédio , esse é o meu drama
O que corrói é o tédio...

Image hosted by Photobucket.com

comments ( 5 )

sexta-feira, junho 03, 2005

IMPACIÊNCIA

Esse é o meu grande defeito. IM - PA - CI - ÊN - CIA!!!!! Será que tem cura?

comments ( 3 )

quinta-feira, junho 02, 2005

DE NOVO!!!!!

Já Virei retirante. Ruby e seu blog mais uma vez no olho da rua e sem direito a ordem de despejo.
É uma saga essa minha história bloguística. Tudo começou lá no blig.ig, quase três anos atrás (pleonasmo) depois, weblogger, mais tarde blogger.com.br, não satisfeita e já escaldada, fui pro tripod.com e fiquei tranqüila, achando que finalmente havia encontrado um lugar pra ficar de vez. Qual não é minha surpresa, em plena madrugada de domingo (29 de maio), como ratos, que atacam na calada da noite, o tripod simplesmente confisca tudo, e eu sem entender nada, queria baixar o pau era no meu PCzinho lindo, achei estranho, pois a segunda-feira já estava acabando e nada. Daí achei que o servidor tava fora do ar, de novo esperei, já desconfiada percebi a roubada que eu tinha entrado, mas aí não podia fazer mais nada. Só lamentar e xingar muito esse maldito tripod. Pensei muito no que fazer e muito triste acabei vindo pra cá (não contavam com minha astúcia!!!) recomeçando tudo de novo. Vou comprar um domínio pra ficar mais tranqüila. Agora é pedir a paciência de vocês e linkem o novo La vie en rose.
Gracias de coração a Nayda, que parou com o caminhão de mudança aqui trazendo toda a bagulhada. Bagulhada, não! Essa palavra não combina com a delicadeza e luxo desse blog. Obrigada Lulu pela força e ajuda também.

UPDATE, 02/06/06 (noite)

DEPOIS DA CASA ARROMBADA, ACORDEI
Hoje à tarde fiz uma bagunça doida aqui, mas com muito esforço consegui arrumar, estou aprendendo em meio a tanto apanhar. Um dia eu chego lá...

coments ( 16 )