domingo, julho 31, 2005

TRÊS PEDIDOS




Quando guria, eu gostava demais daqueles filmes do Simbad (Sindbad, como aparecia escrito lá) que passavam na sessão da tarde.
Achava o máximo aqueles monstros diferentes, mitológicos, e quase impossíveis de serem vencidos. Os lugares eram sinistros e eram mesmo combates das mil e uma noites. Quando aquele gênio terrivelmente assustador saía da lâmpada, eu já me imaginava logo fazendo os meus pedidos, caso uma lâmpada daquelas caísse em minhas mãos.
Não vou contar porque era mesma coisa de menina e é até motivo de graça, mas e você, um dia pensou no que poderia pedir se encontrasse a lâmpada de Alladin? Eu hoje pediaria coisas bem diferentes dos tempos de menina, enquanto que as coisas materiais seriam deixadas de lado, pediria coisas que me ajudariam a amadurecer, enterder melhor as pessoas, o sistema e esse mundo que tá uma merda porque nós somos os predadores.

Segunda-feira vem com tudo, retorno ao trabalho após duas semanas de recesso. Pois é, acabou a moleza!!

Nenhum comentário: