quarta-feira, outubro 20, 2004


Este post são fragmentos retirados de um site, achei tão especial que acabei clonando e publicando aqui. É enorme, mas vale a pena ler. (Esqueci o endereço do site, vou procurar e deixar aqui amanhã)
Taí: http://delas.ig.com.br

O filósofo grego Aristóteles dizia que "o amigo é um outro eu", aquele reflexo no espelho que nem sempre se parece com a gente, mas que tem vontade própria e ao seu modo sabe o que é melhor para você.

Tipos de amigas que enfeitam nossa vida

Partindo dessa premissa pode-se afirmar que uma pessoa sem amigos é tão triste e inconcebível quanto alguém sem uma parte vital do corpo, como os pulmões, cérebro ou coração. E da mesma forma que cada um desses órgãos
tem sua função, é possível separar e compreender de que forma cada amigo seu contribui para tornar a vida mais agradável e divertida ou, no mínimo, mais interessante e complexa.

Tipos de amizades comuns ao universo feminino (Classificação)

A melhor amiga: Ela é a número um, a irmã inseparável e companheira para todas as horas, sempre ao seu lado quando o sol brilha para você e a primeira a te socorrer quando o céu fecha em tom de abandono. Talvez a coisa mais difícil na relação com a melhor amiga é saber quem quer com mais vontade ver a outra feliz.

A velha amiga: Aquela que aparece nas fotografias da época do colégio e das brincadeiras com as amigas de infância, companhia ideal para relembrar histórias antigas e casos do passado, como o primeiro namoradinho e os aprontos no recreio do colégio. A velha amiga nem sempre está presente, e
pode sumir de vista por longos anos, mas toda vez que ocorre um reencontro parece que foi ontem que vocês acabaram de se falar.

A amiga mais velha: A voz da experiência, dona dos conselhos certeiros e das críticas mais ácidas, um misto de mãezona com amiga de baladas. É ela que sem querer se torna mestra e com suas dúvidas aprende mais do que ensina, sempre atenta ao que ocorre na sua vida e pronta para dar aquele abraço apertado ou compartilhar momentos de riso.

A nova amiga: Aquela que promete, que pintou ontem num momento inesperado e de repente já parece uma conhecida de muitos anos. Prova de que existe uma misteriosa conexão entre pessoas, a nova amiga é mais um motivo para sorrir e nunca deixar de acreditar que as amizades se renovam e surgem dos momentos mais inesperados.

A ex-amiga: A que sumiu do mapa, que não telefonou mais e aos poucos se
distanciou de você, muitas vezes seguindo os misteriosos caminhos que a vida impõe às pessoas sem deixar alternativas. Agora os encontros são casuais, na festa de um conhecido em comum ou nos corredores da empresa, onde apesar da troca de um simples "oi" ou gesto com a cabeça, você sente que assim como com você ela ainda reserva um espaço para a antiga amizade em seu coração.

A amiga maluca: Fonte dos comentários inusitados e das idéias mais estranhas, é ela que surge nos momentos improváveis e vira sua vida de cabeça para baixo, transformando uma tarde qualquer num evento dos mais divertidos. Com roupas diferentes das usuais, penteados ousados e muitas informações "culturalmente inúteis", a amiga maluca parece viver num mundo à parte onde o céu é cor de rosa e as ruas são feitas de chocolate.

A amiga de e-mail: Seja na sala de bate-papo ou dentro de um fórum de discussão, ela apareceu na sua vida via internet e transformou o ato de estar conectada em uma experiência agradável e instigante. Apesar de nunca tê-la encontrado pessoalmente, você conhece detalhes sobre sua vida, sua personalidade e invariavelmente tornou-se uma confidente da era digital.
You got mail!

A amiga de interesses direcionados: A garota que você conheceu naquela palestra sobre sexualidade ou no show daquele grupo que pouca gente conhece, e que a partir daquele momento foi eleita como a companhia ideal para conversar sobre aquele assunto em particular, que no geral suas outras amigas não entendem ou suportam. Com ela é possível passar horas falando sobre um mesmo tema sem enjoar.

A amiga da viagem: Foi no meio de uma aventura nas montanhas ou num passeio relaxante na praia que ela surgiu, tornando-se peça-chave para manter o espírito sempre festivo durante a viagem. Apesar de morar em outra cidade e ter interesses diferentes dos seus, ela se uniu a você com o único objetivo de transformar aquele passeio comum num momento de diversão inesquecível.

E então, onde você se enquadra?

Nenhum comentário: