terça-feira, dezembro 28, 2004

UPDATE

Desejando um FELIZ ANO NOVO repleto de realizações a todos que fizeram minha alegria, ganhei muito este ano, pois conheci pessoas maravilhosas, vocês que sempre estiveram e estão aqui me deixando palavras doces e carinhosas. Obrigada de coração: Paulinha, Hadassa, Rah, Lila, Nanda, Lili, Mary, Fernanda, Tai, Aninha, Ana, Dê, Montanha Father, Cris, Cecília, Gabi, Leiloca, Nirvana, Alê Srta. Butterfly, Ílvia, Lulu, Lulu (on the sky) Marta, Gueixa Bania, Dayse, Sensível diferença, Laurinha, Greice,
Clécia, Inajara, Patita, Dani, Márcia, Sivanara, Aryanna, Teka, Amanda, Pérola, Samara, Maíra, Prue, Bárbara, Su, Mariana, Kalinka, Albino, Mia, Kitt e todos que passaram silenciosamente ou que vieram uma vez só, mas me fizeram saber. Saindo pra passar o reveillon em São Luís, mas se Deus quiser, de volta na segunda-feira.


A todos vocês:



2005



CONTAGEM REGRESSIVA



Que 2005 seja o ano de:

Amor e paixão
Um namorado maravilhoso
Um marido melhor ainda
Sucesso na carreira
Amigos verdadeiros
Aquela promoção
A viagem dos seus sonhos
Um superaumento
Muita paz
Muito dinheiro no bolso
Saúde pra dar e vender

Sabe, as felicitações, desejos de um ano novo, próspero, feliz? Então, tão
impossível quanto você não desejar aos seus queridos, é a famosa lista de
resoluções, vou fazer, vou ser, vou decidir e tal... por aí vai, aí só
esperando o ano passar pra ver realmente no que deu, das que já preparei, que
eu lembre, pouca coisa pude realizar, desde coisas simples, até as mais
inusitadas, quem não fez que seja o pimeiro que diga: Ah, é bobagem! Mas eu
vou deixar a minha:

Me amar mais.
Cuidar da minha imagem.
Falar menos. (que não há necessidade)
Fazer uma especialização.
Renovar minha habilitação. (?????)
Cortar o cabelo. (curtinho)
Renovar os móveis do meu quarto.
Parar de comprar CDs e não ouvir.
Fazer os exames, não só as consultas e retornar ao consultório médico.
Tomar menos refrigerante (porque largar, eu não largo)

Viram? Nada complicado, só coisas simples que não vai haver dificuldades pra
realizá-las. Mas vamos ver qual delas vou cumprir.

quinta-feira, dezembro 23, 2004

Natal

Parte material



Parte espiritual


Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu. E o seu nome será:
Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai Eterno e Príncipe da Paz.

Glória Deus nas alturas e Paz na terra aos homens de boa vontade.

Não importa:

quarta-feira, dezembro 22, 2004

FÉRIAS



DE PERNAS PRO AR

Finalmente, hoje posso dizer que tenho um mês inteiro de férias, se bem
que o mês de dezembro é uma espécie de bônus, pois o trabalho reduz
consideravelmente e posso descansar bastante, ir já me preparando pro
que planejo nas férias propriamente ditas. Mas, estou decidindo ainda,
não sei aonde vou, só sei que vou, se Deus quiser após a passagem do ano.
Estou entre estas cidades aí, não decidi, mas até a primeira semana de janeiro
terminar, já terei escolhido.



POR ENQUANTO É SÓ...

Curtir, divertir, coçar, descansar, rir, passear, viajar, assistir, fotografar,
comer, pedalar, mudar, dormir, andar...

domingo, dezembro 19, 2004

NO WOMAN NO CRY



Tive crises
Eu preciso de muita força psicológica pra me recuperar do infierno que se
passou comigo por esses dias. Não vale a pena deixar registrado aqui, porque
não quero postar coisas depressivas, quero colocar coisas alegres e positivas,
ninguém merece visitar um blog e se deparar com lamúrias, murmurações e
reclamações, por isso, vou passar uma borracha em cima da praga na qual
fui acometida, mas embora, com seqüelas vivas e doloridas ainda me
atormentando e teimando em não permitir a cicatrização, dou por encerrado
o caso por aqui e não vou mais falar nisso, porque minha cabeça tá pequena
demais pra tamanho problema. Maldito Papai Noel, foi esse o presente de
Natal que ele me trouxe. E olha que eu fui uma boa menina o ano inteiro, eu
tenho é certeza. Passa tempo... pois esse é o remédio que vai me curar.



Enquanto isso...

"Os dez mandamentos para uma boa noite de sono"

1. Horário regular para dormir e despertar.

2. Ir para a cama somente na hora dormir.

3. Ambiente saudável.

4. Não fazer uso de álcool próximo ao horário de dormir

5. Não fazer uso de medicamentos para dormir sem orientação médica.

6. Não exagerar em café, chá e refrigerante.

7. Atividade física em horários adequados e nunca próximo à hora de dormir.

8. Jantar moderadamente em horário regular e adequado.

9. Não levar problemas para a cama. ( Olha aí!! )!

10. Atividades repousantes e relaxantes após o jantar.


Não é por acaso que existe a expressão "sono da beleza" .
Dormir bem é essencial para a boa saúde. É quando os órgãos descansam do
desgaste das horas em que passamos acordados, são produzidos hormônios
vitais para o funcionamento do corpo, além de descansar a mente.
Dormir não é um prazer dos preguiçosos, faz bem para o corpo,
mente e alma. A privação do sono transforma o organismo em uma verdadeira bomba-relógio.

quarta-feira, dezembro 15, 2004

Depois de muita tristeza, chororô e um prejuízo de lascar, que com certeza
vai comprometer minha viagem de férias, estoy aqui, o que não tem
remédio...levanta, sacode a poeira e lógico, 'vamo' dar a volta por cima.
Já vi que só não existe jeito é pra morte. Dentro de cada um de nós está a
força que nos faz viver e vencer todos os obstáculos e decepções.
Então, olha aí:

O Sucesso é ser Feliz

Não curta somente o sol,
aproveite também a lua.
Não curta somente a calmaria,
aproveite a tempestade.
Tudo isso enriquece a vida.
Ela não pode ser vivida somente dentro de uma casa,
a vida tem que ser experimentada dentro do universo.
A felicidade é um jeito de viver,
é uma postura de vida,
é uma maneira de estar agradecido a tudo,
não somente ao sol mas também à lua,
não somente a quem lhe estende a mão
mas também a quem o abandona,
pois certamente nesse abandono
existe a possibilidade de descobrir
a força que existe dentro de você.

Extraído do livro - Sucesso é ser feliz - Roberto Shinyashiki



Se teu coração estiver em paz, verás que
cada nuvem cinza, um arco-íris traz.

domingo, dezembro 12, 2004



Estou com uma nas mãos.



UPDATE Segunda-feira, 13-12-04




Sobrevivi. Só. Não deu pra cortar o pavio. É passando por experiências fortes assim,
que se aprende às duras penas a viver.

Obrigada de coração pela força, meninas. Depois devo contar o que aconteceu.
Tem semana que você chora pra ela terminar, outras, os sete dias são poucos.
É uma semana assim que vivi, (e estou ainda) tanta coisa pra fazer e o tempo
foi pouco, não deu pra atualizar e muito menos comparecer aos blogs amigos.
Tô fazendo o possível, até quinta-feira se Deus quiser, eu termino com a
correria. Mas...



domingo, dezembro 05, 2004



A cidade já vive ares natalino. Decorações, luzes, piscas. É uma data
bonita, mas às vezes triste. Tudo fica diferente, irradia alegria, mas
pra mim ainda tem um lado triste, possivelmente seja pela aproximação do
fim do ano e isso também signifique o que acabou de vez. Penso muito no
que perdemos, que não haverá retorno, pessoas queridas principalmente, não
só a perda eterna, mas a longínqua. A gente vive falando no espírito natalino
que transformaram em consumo, mas não há como negar que é uma festa bonita,
e que o motivo mais bonito que o Natal é a união, quando as famílias se juntam
pra celebrar e desejar o que se tem de melhor, e mais, não dá pra omitir, todo
mundo quer ganhar presente.

IMPORTANTE: Não é só no Natal que devemos lembrar de Jesus, é o tempo todo,
deixar sempre o coração aberto pros belos sentimentos, em tempos difíceis, quando
o amor esfria e o homem já não tem mais fé, porque a violência impera e o medo é
constante, Jesus deve sim estar no coração, pra não deixar que esses sentimentos
adormeçam e que se mate de vez a esperança de que dias melhores sempre hão de vir.

quarta-feira, dezembro 01, 2004


Finalmente chegou. Pra mim representa 90% de missão cumprida, o
restante só depende da vida. Ainda tá um pouquinho longe, mas já
respiro o ar das férias, daqui a duas semanas, se Deus quiser.
Já estou me programando, viagens, descanso, porque o tempo
passa e rápido, um mês é curto e logo volta tudo novamente.

Mas...
Andei à procura de uma bolsa nova. É díficil encontrar uma que me agrade,
mas encontrei. Resolvo retirar tudo que tem dentro da outra bolsa pra
transferir pra nova. Vejam só o que se acha dentro dela:

Documentos
Cartões
Comprimidos
Lixa de unha
Pente pequeno
Chiclete Adams
Bilhete de passagens
Bloquinho
Caneta
Fio dental
Acessórios de cabelo
Celular

Estou começando a achar que padronizei meus posts. Haja listinhas...
Só agora percebi



Imagem meramente ilustrativa. Não é este o modelo.

domingo, novembro 28, 2004

Oh, happy day!!


Dia proveitoso. Sábado.
Sabe aqueles dias raros em que você amanheceu amando tudo e a todos?
Você o reserva exclusivamente pra dá-lo de presente a si mesma.
Que pena que são raros. Rodopiei em frente ao espelho, (aquele que já
confessei ser meu inimigo)só por hoje fizemos as pazes, olhei pra imagem
refletida e falei: "I me! É tudo uma questão de estado de espírito.
E eu estou assim, alegre demais, estou na reta final no trabalho, as tão
almejadas férias a caminho, e viva a vida!!!
Hoje fui boa comigo mesma:
Acordei cedo.
Fiz caminhada.
Tomei um banho gostoso.
Tive um 'breakfast' delicioso.
Ouvi Bolero de Ravel (coisa linda)
Fui almoçar (lasanha) na casa da Patrícia (demais!!!)
Tiramos muitas fotos (divertidíssimo, memory full, droga da digital não agüentou e olha que eram duas)
Vi um filme legal (Sob o sol da Toscana)
Fui ao Shopping.
Encontrei amigos.



Fechando: Agradecendo a Deus que sempre nos dá o oportunidade de enxergar
as coisas simples e belas que a vida pode nos dá a cada dia.
Tirar um dia pra fazer essas coisas é trazer paz e saúde à mente e ao
corpo, não custa nada e quem mais ganha com isso, somos nós mesmos.
Beijos.

quarta-feira, novembro 24, 2004



Que dia! ainda bem que ele terminou. Dia horrível, no trabalho principalmente.
Tem dias que dá vontade de sumir, é tanta chateação e cobrança que não dá.

Incorporando a filosofia de Scarlet O'hara: Amanhã será um novo dia.

"Se tivéssemos a capacidade de amar as pessoas que nos frustam, prestaríamos
um grande favor a nós mesmos." Augusto Cury

Tempo... passa...psicoadaptação...
Exorcisa.

Quanto mais novembro passa, mas ele demora a terminar e se torna longo. A
culpa é da ansiedade que toma conta de mim, a semana corre desesperadamente,
mas o mês estaciona, será que é só comigo e meus colegas do trabalho?
O ano letivo preste a terminar e eu não largo o calendário. Gente, eu
mereço. Tô cansada, lecionar é barra! A gurizada também merece. Tá todo
mundo que não agüenta mais.
Mas, enquanto dezembro não chega, vamos levando.

Vejam: Estou sendo destaque no blog da querida Laurinha o Magia da Laurinha.
Valeu demais Laurinha. Você é legal demais.

domingo, novembro 21, 2004





Calvin, meu filho, não é só você não.
Eis aí uma simples listinha que preparei:
Toque de telefone.
Criança chorando desesperadamente.
Sol e calor demasiados.
Filas, de banco principalmente.
Depilação.
Gripe.
Forró.
Os programas de humor da TV. (Fala sério!!!!)
Campainha da porta tocando quando estou tentando dormir.
Quando falta energia.
Computador travando.
Gente que fala alto, principalmente em lugares públicos.


Não é tão extensa, é até simples, sou bastante tolerante.

quarta-feira, novembro 17, 2004

CECÍLIA MEIRELES

"Há pessoas que nos falam...
E nem as escutamos.
Há pessoas que nos ferem...
E nem cicatrizes deixam.
Mas há pessoas que simplesmente...
Aparecem em nossa vida...
E nos marcam para sempre".

ecília Meireles (1901-1964) é a primeira grande escritora da literatura
brasileira e a principal voz feminina de nossa poesia moderna. Sua obra privilegia a riqueza do léxico,
numa linguagem que explora os símbolos e as imagens sugestivas, sobretudo os de forte apelo sensorial, enveredando inclusive pela musicalidade.

Cecília Meirelles teve um papel importante na cena intelectual e política de
seu tempo. Em 1922 ligou-se às vanguardas modernistas. Em 1938 ganhou
o importante Prêmio de Poesia, concedido pela Academia Brasileira de Letras,
pelo livro Viagem. Atuou no jornalismo, que despontava e se desenvolvia
surpreendentemente na época. Escrevia diariamente sobre os problemas da
educação, de 1930 a 1934, no Diário de Notícias. Não poupava críticas à
ditadura do Estado Novo implantada pelo então presidente da República
Getúlio Vargas. Criou a primeira biblioteca infantil do Rio de Janeiro.
deu aulas de literatura na Universidade do Distrito Federal, hoje UFRJ,
e fez conferências nos Estados Unidos, Europa, Ásia e África.
Em 1964 a poetisa morre, no Rio de Janeiro, de câncer.

u se tem chuva e não se tem sol
ou se tem sol e não se tem chuva!

Ou se calça a luva e não se põe o anel,
ou se põe o anel e não se calça a luva!

Quem sobe nos ares não fica no chão,
quem fica no chão não sobe nos ares.

É uma grande pena que não se possa
estar ao mesmo tempo em dois lugares!

Ou guardo o dinheiro e não compro o doce,
ou compro o doce e gasto o dinheiro.

Ou isto ou aquilo: ou isto ou aquilo . . .
e vivo escolhendo o dia inteiro!

Não sei se brinco, não sei se estudo,
se saio correndo ou fico tranqüilo.

Mas não consegui entender ainda
qual é melhor: se é isto ou aquilo.



Poema infantil organizado em torno de sucessão de oposições, apoiado na
construção alternativa, diante de várias possibilidades, precisamos ser capazes
de optar, decidir, assumir. Neutralidade não existe.

Minha poetisa preferida, pelos 40 anos de sua morte.

domingo, novembro 14, 2004


Sabe a velha disputa entre homens e mulheres? Tipo, mulher sabe mais, não,
é o homem quem sabe mais. Mulher é mais estressada, só podia ser mulher
dirigindo, elas são complicadas, falsas, coisas que enquanto a humanidade
existir, vai haver essa queda de braço.
Visitando algumas páginas, aquelas chamadas, fun pages, encontrei uma meio
machista, mas interessante, traduzi (porque não vi por aí ainda) e deixo aqui.

Homem inteligente + mulher inteligente = romance
Homem inteligente + mulher burra = caso
Homem burro + mulher inteligente = casamento
Homem burro + mulher burra = gravidez

MATEMÁTICA DAS COMPRAS
Um homeme paga 2$ por um item que ele precisa
Uma mulher paga 2$ por dois itens que ela não precisa

EQUAÇÕES GERAIS E ESTATÍSTICAS
Uma mulher se preocupa com o futuro até ela arranjar um marido.
Um homem nunca se preocupa com o futuro até ele arranjar uma mulher.
Um homem bem sucedido é aquele que ganha mais do que a mulher gasta.
Uma mulher bem sucedida é aquela que encontra um homem assim.

FELICIDADE
Pra ser feliz com um homem, você deve entendê-lo bastante e amá-lo pouco.
Pra ser feliz com uma mulher, você deve amá-la bastante e tentar não
entendê-la de maneira nenhuma.

MEMÓRIA
Nenhum homem casado deve esquecer seu erros, não há necessidade de duas
pessoas lembrarem as mesmas coisas.

APARÊNCIA
Homens acordam como foram pra cama.
Mulheres mudam a aparência durante a noite.

PROPENSOS A MUDANÇAS
Uma mulher casa com um homem esperando que ele mude, mas ele não muda.
Um homem casa com uma mulher esperando que ela não mude, mas ela muda.

DISCUSSÕES TÉCNICAS
A última palavra sempre é da mulher.
Qualquer coisa que ele diz em seguida é o começo de uma nova discussão.


quarta-feira, novembro 10, 2004


"É ainda possível chorar sobre as páginas de um livro, mas não se pode derramar lágrimas sobre um disco rígido" (José Saramago)
O brasileiro lê pouco, é mais do que certo.
Ler sempre fez parte da minha vida, minha mãe me alfabetizou em casa ao mesmo tempo que freqüentava a escola infantil, já fui conhecendo o alfabeto e lendo palavrinhas simples, peguei gosto pela leitura desde guria, olhando as gravuras e as ilustrações dos livros dos meus irmãos maiores, daí, aprendi a ler e amava os gibis, passei pras revistas adolescentes e romances adocicados, fui mudando meu estilo conforme a idade, passei pras revistas informativas, conservei algumas de entretenimento, passei pra Sidney Sheldon, entre outros.
Veio o curso universitário que passou a exigir mais de mim na leitura, já mudei um pouco, porque fui forçada a ler até o que não queria.
Mas não poderia deixar de listar os clássico que li e:

GOSTEI
Vidas Secas: Graciliano Ramos
São Bernardo: Gracilianos Ramos
A hora da estrela: Clarice Lispector
Senhora: José de Alencar
O Primo Basílio: Eça de Queirós
Os contos da Cantuária: Geoffrey Chaucer
Moll Flanders: Daniel Defoe
Frankenstein: Mary Shelley
A Letra Escalarte: Nathaniel Hawthorne
Jane Eyre:Charlotte Brontë
Retrato de uma dama: Henry James

NÃO GOSTEI
Dom Casmurro: Machado de Assis*
Memórias póstumas de Brás Cubas: Machado de Assis
Macunaíma: Mário de Andrade
O Último dos Moicanos: James Fenimore Cooper
A Desobediência Civil: Henry David Thoreau
O morro dos ventos uivantes: Emily Brontë

Não gosto de Machado de Assis, a não ser o conto 'Missa do galo'.

"Só empreste livros que você não se importa em perder" (S. Brown)

sexta-feira, novembro 05, 2004


Caramba, ontem deu um temporal rápido, porém amedrontador, chuva e vento
de meter medo, nunca havia ouvido o vento cantar, era como uma sinfonia,
mas não agradável aos ouvidos, o vento soprou com tamanha ferocidade que
fiquei com os olhos arregalados com medo da destruição. Nossa, deve ser
terrível, aqueles furacões, tufões e coisas parecidas, mas tudo bem
minutos depois.
Vou deixar este texto do livro de um pai de aluno, achei fantástico, vejam:
NOS BASTIDORES
Nos bastidores muitas coisas acontecem.
Nos bastidores, identidades se transformam...
Nos bastidores, o imoral toma forma...
Nos bastidores, projetos espúrios são arquitetados...
Nos bastidores, espíritos maus trafegam...
Nos bastidores, a amante é amada...
Nos bastidores, o próximo vira adversário...
Nos bastidores, os bastardos nascem...
Nos bastidores, o público se privatiza...
Nos bastidores, o sexo fica dúbio...
Nos bastidores, as paixões se inflamam...
Nos bastidores, a fraude é sem-vergonha...
Nos bastidores, os resultados são definidos...
Nos bastidores, os poderosos se banqueteiam...
Nos bastidores, a história é manchada...
Nos bastidores, as sombras andam...
Nos bastidores, o Diabo é deus...
Deus não é Deus dos bastidores.
Ele é o Deus da luz.
E a luz dissipa as trevas.
Só a luz desmonta os bastidores.
Sem bastidores á vida é transparente!
Pr. Porto

terça-feira, novembro 02, 2004

SIM


Escolher um livro predileto, daqueles que fazem a gente ver o mundo de um jeito
diferente, uma música que traga lembranças bem especiais e uma cena romântica
de um filme que faça levitar.

fazer um álbum de fotos com as coisa mais importantes que já aconteceram na sua
vida, com os amigos mais queridos, as festas mais legais e as férias mais gostosas..

ter um amigo ou amiga que sempre te faça rir e que dê o ombro para chorar de vez em quando.

Se convidar para sair, a idéia é aprender a se divertir sozinha e analisar que tipo de
companhia você é. Escolha o programa- vale passeio no shopping, caminhada
na praia, ida ao cinema ou à sorveteria- e faça tudo exatamente como você quiser.

Eu escolhi fimes, reunião com a turma, pipoca, refrigerante e DVD, uma das maneiras
legais de se passar um feriado em casa. Então, com licença, que a sessão vai começar.

quarta-feira, outubro 27, 2004


Olha que coisa mais lindinha eu comprei, um sapatinho de pois(poá).


Não sei explicar, mas tenho fascínio por essa estampa, que cheira a retrô e que me conquistou. É irresistível!
Além de divertidas,sei lá, a gente pode brincar com as cores, já que as diferenças encontram-se apenas no
tamanho das bolinhas em todas as suas versões.
É uma quantidade de coisas com elas que eu tenho, vestidos, saia, lenço, blusas... bolinha preta+branco, branca+preto, verde+branco, amarelo+preto, pink+branco...
Só não tenho um biquíni de bolinha amarelinha tão pequenininho.
Eta!!!



Meu Deus!!! Tem jeito não. Quando é que eu vou criar juízo!!???

segunda-feira, outubro 25, 2004


Tarde amena de um sábado monótono, não sei qual a pior da duas, se as tardes de sábado ou as de domingo. Só sei que são. Me peguei relembrando a infância um pouco travessa. Mas precisamente minha mãe preparando uma massa pra bolo, ficava lá no pé dela o tempo todo, os olhos acompanhando qualquer movimento.
O barulho da colher de pau na tigela de vidro transparente azulada era uma sinfonia nos meus ouvidos.
O melhor de tudo não era esperar o bolo assar e sim o momento que ele ia pra forma, e eu ansiosa pegava a tigela pra saborear o que sobrava, era delicioso. Fala sério! Quem não fez isso alguma vez na vida? Ah, mas depois pra levar, não era comigo, não!!!

Adorava pular amarelinha.
Assitir desenhos e seriados.
Ler gibi da turma da Mônica, Luluzinha e Misty, alguém leu?
Jogava bola de gude com os meninos.
Furava peixe na areia, com os meninos.
Trepava em árvores.
Morria de medo de cachorro e boneca do olhão.
Cantava na cantata infantil do Natal.
Ficava pendurada nos caminhões e esperava duas quadras depois outro voltar pra fazer o mesmo.
Subi no skate levei uma baita queda, nunca mais.
Adorava andar de bicicleta.
Adorava as bonequinhas de papel que a gente recortava e vestia com as roupas
super fashions.
Pulava elástico.
Brincava de queimada.
Imitava a Gretchen.
Gostava do domingo no parque. (tênis montreal, porque você é jovem)
Assitia o Bozo.
Depois fui brincar de escolinha e tracei meu futuro profissional.

Escrevi no sábado, mas só postei hoje.

sexta-feira, outubro 22, 2004

Coisas


COISAS

COISAS BOAS:
abraço, sorriso, bombom
viagem, água de coco, amizades
surpresas agradáveis, honestidade
consciência tranqüila

COISAS LINDAS:
barquinho no lago, poema
flor, cor, sorriso de criança
lua cheia, céu estrelado

COISAS TRISTES:
fome, descaso, violência
amor não correspondido
carência

COISAS QUE O DINHEIRO NÂO COMPRA:
solidariedade, amor mútuo, lucidez
coerência, unidade
uma pessoas especial

Ah, que coisa meiga!!!
Quem quiser aumentar a lista, sinta-se à vontade nos comments.
Agora vou ali, molhar os girassóis no vaso. Um dia lindo a todos (as).